• Raphael Kakazu

Spoken Word: Medea

Os santos e evoluídos que me perdoem, mas hoje eu sou revolta.

Então, se eu te incomodar, me faz um favor e dê meia volta.

É tempo de tirar esse véu que mantém tudo tão velado.

Mostrar que esse mundo cor de rosa, às vezes desbota, e se torna acinzentado.

Atire a primeira pedra se você nunca foi violado;

Quebrado, maltratado, explorado, silenciado.

Me queime na fogueira se você nunca engoliu o choro e sofreu calado.

Então, senta e sossega.

Porque agora eu vou dar voz a tudo o que já foi vetado.


Mas antes, um esclarecimento;

Nem sempre eu fui envolto em imprecações e malefício.

Nem sempre eu fiz questão de me mostrar como aquele que anda no lado escuro do Ofício.

Mas foram tantas apunhalas, chicotadas e tapas na cara, que eu decidi por fim em tudo isso.

Não ando mais ao teu lado se for só seu o benefício.

Não enxugo mais suas lágrimas, se as minhas não foram pra ti no momento propício.

Não te entrego mais o meu amor; se exige de mim, sacrifício.


Quando for falar comigo

Abaixa o tom;

Se for me abordar

Respeito é bom;

Tramar contra mim?

“Que sejas bem-sucedido e consigas o que desejas “

Caso contrário teu fim será juntar as mãos e terminar aquela oração com “me proteja e que assim seja”


E já não me desculpo por ser assim;

Eu fiz alianças com todos os demônios dentro de mim.

Eles não me assustam mais;

Quando os conjuro é no assoviar de meus lábios; simples assim.

Dentre os filhos do Éden; eu sou descendente de Caim.

Então me poupe da tua iluminação, porque hoje eu não estou a fim.


Nessa história, eu escolhi ser Medea, descompensada e sem limites.

Feiticeira, que não abaixa a cabeça, eternizada na visão de Eurípedes.

Eu nunca mais deixei que alguém escrevesse por mim, as crônicas que só em mim residem.

E “Pela minha Senhora, a quem presto culto acima de todos, e que escolhi para me ajudar, por Hécate, a que habita no recesso do meu lar, nenhum deles torturará incólume o meu coração.”

“Não oferecerei motivos de escárnio por causa destas núpcias entre a raça de Sísifo e Jasão”.


E se eu fosse te dar um conselho,

Se valoriza a todo custo,

Insiste.

Se o mundo for cruel demais,

Resiste.

De toda aprovação alheia,

Desiste.

Sempre vale a pena,

Acredite.


Porque no fim do dia, já dizia a tragédia.

“E, se uma sorte irreparável me atingir, eu mesma empunharei a espada, ainda quando tenha de morrer, os matarei, e seguirei os caminhos violentos da ousadia.”


Instagram/Facebok: @covildosfeiticeiros

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • cartaicone