• Raphael Kakazu

Spoken Word: Hoje



Só por hoje eu não vou gritar meu amargor.

Por uma mísera noite, eu vou esquecer o que significa sentir dor.

Vou me preencher de amor, 

Lembrar do sabor, odor, sentir o calor.

Da minha pele encostando na sua.

De não ter vergonha de expor a minha verdade, nua e crua.


Vou esquecer dos complexos ritos de magia,

Vou me atentar somente à sabática euforia.

De ser tocado, amado, afagado, beijado.

Pelo próprio Diabo.

Vou deixar a lua e suas fases, 

Vou esquecer de toda politicagem,

E me lambuzar,

De uma sinfônica ladainha 

O auspício dado, em pessoa, pela grande Rainha.


Só por hoje eu não quero ser ninguém.

Quero correr livre sob a luz do sol ou da lua.

Em matas frescas ou sob o asfalto da rua.

Iguais ao meu lado ou sozinho também,

O importante é estar preenchido de si, meu bem.

E já não farei disso um problema,

Resolvi anos atrás esse dilema.

Hoje, eu estou à procura de outras cenas.


E não me interessa mais se a razão é minha ou sua.

Não quero papo de bruxos, tampouco conversas ocultas.

Me conte sobre seus risos e sorrisos.

Sobre suas andanças, mudanças e esperanças.

Eu vou olhar através de tudo o que não cabe mais.

Vou parar frente a um cais.

Vou me afundar,

Dentro de mim mesmo, transbordando todo e qualquer sentimento.

Hoje eu vou navegar dentro de mim, 

Vou me apropriar de que eu sou assim.

Só por hoje eu quero ler um livro diferente,

Tomar um chá quente e assistir Divertidamente.


Eu vou entoar outro encantamento,

Mergulhar em outro ensinamento,

E me entreter com outro circo.


Então, se você me pedir, essa noite eu fico.

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • cartaicone