• Paulo T. Vasconcellos

O Deus da Felicidade.



Ares para a Guerra, Vênus para o Desejo, Mercúrio para a Razão, Fobos para o Pavor, Deimos para o Terror, Cupido para o Amor, Gaia para a Terra, Urano para o Céu, Netuno para os Mares, Têmis para a Justiça, Diana para a Lua,  Apolo para o Sol, Pã para as florestas, Príapo para o Falo, Nix para a noite, Hades para o mundo dos mortos, Kronos para o tempo e Zeus Pater para todo o desenvolvimento.


Brama para a Criação, Vishnu para a Manutenção, Shiva para a destruição, Ganesha para auxiliar, Lakshimi para a fortuna, Kali para a destruição, Parvati para a fertilidade, Sarasvati para o conhecimento.


Balder para a justiça, Bragi para a poesia, Frey para prosperidade, Loki para o fogo, Iduna para a poesia, Thor para o combate, Freya para a luxúria, Frigga para a família.


Amon para o Ar, Anúbis para a morte, Geb para a terra, Hapi para o Nilo, Hórus para o sol, Montu para as guerras, Chu para os homens, Bes para alegria, Bastet para a fertilidade, Hathor para as mulheres, Seth para as serpentes, Toth para o conhecimento, Khnum para a criatividade, Maat para a Justiça, Ísis para o amor, Meskhenet para o parto, Nefertum para os perfumes.


Oxalá para bondade, Ogum para as batalhas, Oxum para a sensualidade, Xangô para a Justiça, Iansã para as tempestades, Iemanjá para a maternidade, Omolu para as doenças, Ossaim para as ervas, Oxóssi para a caça, Iroko para o tempo, Olossa para os lagos, Ifá para a adivinhação, Nanã para a vida e a morte, Orumilá para os destinos.


Tupã para o trovão, Rudá para o amor, Jaci para a Lua, Iara para os rios, Guaraci para o sol, Anhangá para a caça.


Viracocha para a criação, Pacha Kamaq para os vulcões, Uku pacha para os mortos, Supai para as trevas, Kay Pacha para o mundo, Apu Inti para o sol.


Tlaloc para a chuva, Tlahuixcalpantecuhtli para o amanhecer, Quetzalcóatl para a ascensão, Mayahuel para a tequila, Huehueteotl para o fogo, Cihuacoatl para a guerra e justiça, Chantico para o fogo, Atlaua para a água.


Deuses para a guerra, para o amor, para o sol, para a água, para o fogo, para o conhecimento, para o sexo, para o medo, para as canções, para a tequila e para a justiça.


Nenhum deus para a Felicidade.


Talvez para a prosperidade, riquezas e posses, ok. Mas nenhum para a felicidade.


Os japoneses chamam Hotei de “Deus da Felicidade”. Mas Hotei era um monge, não um deus.


Porque a felicidade é humana.


E deus nenhum pode te ajudar nisso.


(Publicado originalmente em 11.10.2011)

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • cartaicone