• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • cartaicone
Um pouco mais sobre a proposta deste espaço


Espelho de Circe nasce para se tornar uma afronta à mediocridade hegemônica neopentecostal, um exercício de desapego ao pensamento binário e uma vitrine de mentes altamente plurais. De céticos a macumbeiros, bruxos, hereges, hedonistas, libertários, libertinos, magistas e ocultistas,

a ideia é desafiar seus dogmas e preconceitos em cada artigo, vídeo, live ou podcast que postarmos aqui [a-há!]. 


Essa exposição de pluralidade é tremendamente necessária nestes nossos tempos porque enquanto nos mantermos nesta mentalidade de “nós contra o outro”, deixamos de perceber o quanto “o outro” somos nós mesmos, um tanto iguais, um tanto diferentes, e absurdamente complementares no final das contas.

Seu mundo seria absurdamente aborrecido sem gente diferente de você.


Um espelho é realmente necessário quando “respeito” é demandado no tapa, quando “silêncio” é demandado no grito, quando se tenta curar a dor destilando veneno. Enfim, quando paus e pedras passam a ser considerados recursos vitais ao “progresso da humanidade”, devemos nos perguntar: quem está lucrando com isso?

Certamente não estamos, e nem você. Uma elite esperta lucra com este fogo no cabaré brasileiro.


Pense bem: você não acha que violência só se faz necessária quando todo o tipo de comunicação se faz falha? Se não está resolvendo, como estamos nos comunicando? Veja bem, não estamos forçando hegemonia de ideias aqui, mas tolerância à pluralidade. Então vamos furar bolhas e caminhar em todo o espectro de cores deste arco-íris da vida. 

É hora de desfoder estas coisas que estão todas fodidas.